O número de portugueses a comprar online aumenta mas as empresas continuam atrasadas na digitalização

O e-commerce é uma realidade cada vez mais presente no dia a dia dos portugueses. Cerca de 36% da população já compra online, mas apenas 50% das compras são registadas em território nacional, segundo um estudo da ACEPI.

De acordo com a tendência europeia, estima-se que em 2025 seja cerca de 90% da população use a Internet e que cerca de 60% da população compre online.

Este estudo vem sustentar o facto de existir ainda um grande caminho a percorrer na digitalização das empresas portuguesas. Apenas 40% das empresas tem alguma presença digital, as restantes acabam por não “existir” online. Esta afirmação ganha força quando verificamos que os consumidores portugueses compram maioritariamente no Reino Unido e China.

De acordo com a IDC, Portugal está atrasado face à transformação digital, o que coloca as empresas portuguesas atrás da tendência europeia e mundial e torna-se imperativo que apostem nesta transformação já que se atravessa um momento decisivo para a economia através desta revolução digital.

Assim, a digitalização torna-se cada vez mais importante, podendo determinar quem está dentro ou fora do negócio. O ritmo da transformação digital é de tal forma veloz que ficar para trás não deverá ser uma opção, podendo mesmo implicar a que as empresas que apresentem fraqueza digital sejam ultrapassadas pelos seus concorrentes.