Smart RGPD para a Smart TV

Sabias que 49% dos utilizadores de Smart Tvs não sabem que os seus hábitos de consumos estão a ser analisados? Apesar de 62% dos utilizadores saberem que as TVs estão conectadas à Internet.

A privacidade de dados que temos vindo a falar nos últimos meses, deixou a perceção a muitos consumidores de que se centra sobretudo nas plataformas de redes socias, como o Facebook. Mas e os restantes equipamentos conectados à Internet, como é o caso das Smart Tvs? A compra de Smart Tvs tem aumentado exponencialmente, tornando esta questão da privacidade de dados uma realidade também nas televisões. Mas, afinal como podemos estar um passo à frente desta questão?

Muitos consumidores não têm a noção de estar a ser alvo de análise e monitorização. Apenas 13% dos telespetadores sabem que estão a ser monitorizados e lembram-se de ter concordado com os respetivos termos na sua Smart TV.

Por isso, e de acordo também com o recente regulamento geral de proteção de dados (RGPD), o melhor mesmo é sermos claros com os consumidores…. Analisar e monitorizar sim, mas com consentimento e transparência! O estudo de Maritz Motivation Solutions and the Harvard Business School vem sustentar este facto, mostrando que os consumidores ficam mais recetivos a sugestões de produtos/serviços quando existe transparência na forma como o fazemos, ou seja, explicando também como se fará uso dos dados para que lhes sejam propostos determinados anúncios.

A verdade compensa. E, quando esta análise é feita de forma transparente e informada, verifica-se mesmo um aumento do número de cliques nas sugestões feitas ao consumidor.

Agora já sabes: para Smart TVs, Smart RGPD...